Ozonioterapia x Infertilidade

Em um estudo, 400 mulheres inférteis com obstrução tubária receberam recanalização tubária usando tratamento com ozônio. Os resultados mostraram que a taxa de recanalização após o uso do ozônio foi de 56% . Seis meses após a intervenção, a taxa geral de recanalização foi significativamente maior 93%. Além disso, as taxas de re-adesão foram significativamente menores no grupo que realizou a terapia com ozônio. Mais importante, a taxa de gravidez após 12 meses da intervenção foi significativamente maior 59%). Esses achados sugerem que a ozonioterapia poderia representar um potencial agente terapêutico para mulheres com infertilidade tubária.